Oficina para GMs quer assegurar humanização e fortalecimento da segurança

Por meio de uma parceria entre a Guarda Municipal (GM) e a Unidade de Gestão de Cultura (UGC), membros da Ronda Escolar têm participado de uma oficina semanal de iniciação de teatro pelo programa Educação para Não Violência (Educavi). Atendendo ao plano de governo pela retomada do programa, a proposta visa à humanização do trabalho da corporação, o fortalecimento das políticas de segurança municipal e de ações pela cidadania.

Além de leituras de texto e práticas de interpretação, também fazem parte das oficinas exercícios de alongamento muscular, de dicção, respiração e caminhada. Para Carlos Pasqualin da UGC, responsável pelas oficinas, os participantes têm demonstrado muita desenvoltura, rapidez e criatividade. “O fato de eles trabalharem em grupo tem reflexos para o desenvolvimento da proposta.”

LEIA TAMBÉM
‘Viagem Fantástica’ terá três edições pelo Polytheama em outubro
Encerramento do ‘Enredança’ teve dose tripla de apresentações e premiações
Reforma do Centro das Artes passa por elaboração de projetos executivo e cênico

O grupo dos GMs Renan, Tadeu e Souza ensaiou o poema “A cruz na porta da tabacaria!”, do heterônomo pessoano Álvaro de Campos

O GM Souza explica que o trabalho da Educavi nas escolas permite um trabalho transversal e o contato com as crianças possibilita a quebra de paradigmas e o entendimento delas sobre o trabalho da corporação. “A retomada do programa tem como foco a Educação Básica, mas o trabalho de cidadania que fazemos com as crianças tem reflexo nos adultos e na comunidade”.

O trabalho tem também como meta a concretização de uma parceria entre a corporação jundiaiense e a Guarda Civil Metropolitana de São Paulo, a partir da qual serão trazidas ao Município os programas “Criança Sob Nossa Guarda”, que prevê a realização de teatros de fantoches com abordagem lúdica nas escolas, e o Grupo de Educação e Prevenção às Drogas (GEPAD).

Assessoria de Imprensa
Fotos: Fotógrafos PMJ


Publicada em 09/10/2017