E. E. Conde Parnaíba

Patrimônio Material: E.E Conde Parnaíba
Tombado por: CONDEPHAAT
Localização: Rua Barão de Jundiaí, 1106 – Jundiaí
Número do Processo: 24929/86
Resolução de Tombamento: Resolução 60 de 21/07/2010
Livro do Tombo Histórico: inscrição nº 377, p. 103 a 110, 05/09/2011.
Código Sec. Est. Educ.: 05.84.112

Parecer de tombamento

Criada por decreto de 22 de janeiro de 1906, esta escola foi instalada em 26 de abril do mesmo ano. O projeto em 2 pavimentos de Mauro Álvaro tem 12 salas, 2 salas térreas e estética mais despojada na fachada, com beiras e pequenos frontões neo barrocos.

É uma das integrantes de conjunto de 126 escolas públicas construídas pelo Governo do Estado de São Paulo entre 1890 e 1930 que compartilham significados cultural, histórico e arquitetônico. Essas edificações expressam o caráter inovador e modelar das políticas públicas educacionais que, durante a Primeira República, reconheceram como inerente ao papel do Estado a promoção do ensino básico, dito primário, e a formação de professores bem preparados para tal função. Quanto às políticas de construção de obras públicas, são representativas pela estruturação racional de se instalar edificações adequadas ao programa pedagógico por todo o interior e capital do Estado.

Destaca-se a qualidade do conjunto caracterizado pela técnica construtiva simples, consolidando o uso de alvenaria de tijolos e por uma linguagem estilística que simplificou os atributos da tradição clássica acadêmica. A organização espacial era concebida incorporando preceitos e recomendações de higiene, insolação e ventilação previstos na cultura arquitetônica que vinha se firmando desde o século XIX. O programa pedagógico distribuía essencialmente salas de aulas ao longo de eixos de circulação em plantas simétricas. Aos poucos se firmaram em projetos arquitetônicos padronizados que se repetiam com pouca ou nenhuma variação em mais de um município.

Histórico

Apesar da fundação do Grupo Escolar Conde Parnaíba estar datada no ano de 1906, o atual prédio da Escola Estadual Conde do Parnaíba foi inaugurado em 1923, tendo sua pedra de fundação lançada em 1920. Antes, o grupo ficava na Rua Barão de Jundiaí, 101, que posteriormente foi usado pela Telesp e hoje abriga o “Anexo Chico Poço” da Câmara Municipal.

Trata-se da segunda escola mais velha da cidade, sendo uma das mais importantes instituições de ensino da Jundiaí onde diversas lideranças políticas locais estudaram ao longo dos tempos. Seu primeiro diretor foi o professor Benedito Hudson Ferreira. A escola contava então com oito professores e duzentos e um alunos.

A Escola Estadual Conde de Parnaíba preserva ainda hoje a maior parte de suas características originais. Passear pelo interior deste colégio é conhecer parte da história da educação no Brasil em geral, e na cidade de Jundiaí em particular, no início do século XX. Desde 2006, o ano de seu centenário, a escola conta com um museu próprio.

No acervo é possível encontrar fotos de turmas do início do século XX, folhas de ponto dos professores do primeiro ano de funcionamento. Pioneira na valorização de sua história na cidade, a Escola Estadual Conde do Parnaíba é uma das escolas integrais de ensino médio, usada como piloto pela Secretaria Estadual de Educação em Jundiaí.

Galeria de fotos

Todas as fotos no Flickr