Cultura Jundiaí | https://cultura.jundiai.sp.gov.br

Complexo Fepasa

Atenção:

Conforme estabelecido pelo decreto nº 28.926, de 24 de março de 2020, publicado entre as páginas 03 e 14 da Imprensa Oficial, permanecem suspensas, por tempo indeterminado, as atividades culturais no Complexo Fepasa, considerando a execução de medidas necessárias visando preservar a saúde da população, avaliadas pelo Comitê Municipal de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus.


Com área total de 111 mil metros quadrados, sendo 45 mil deles de área construída, o Complexo Fepasa teve sua construção iniciada na década de 1890, pela Companhia Paulista de Estradas de Ferro, a fim de abrigar as oficinas de locomotivas à vapor da empresa. A princípio, as oficinas da empresa localizavam-se em Campinas, mas devido ao tamanho limitado do terreno e a um surto de febre amarela que atingiu aquele Município, a empresa decidiu transferir suas oficinas para Jundiaí.

Ao longo dos anos, o prédio, com 34 edificações, passou por diversas transformações e intervenções, devido às modificações desenvolvidas pela Companhia e aos avanços tecnológicos do setor, como a implantação da tração elétrica aos veículos. Na década de 1970, com a incorporação da Companhia à Fepasa (Ferrovia Paulista S/A), empresa estatal paulista de transporte ferroviário de cargas e de passageiros, o Complexo sofreu as suas últimas intervenções significativas, que deram às suas instalações a configuração com que o conhecemos na atualidade, além da mudança de seu nome.

Com a falência da Fepasa, sua inserção no programa de desestatizações do início da década de 1990 e a posterior privatização da malha ferroviária, as antigas oficinas da Companhia Paulista foram adquiridas pela Prefeitura em 2001. No período entre 2002 a 2013, o espaço ficou sob a gestão da (à época) Secretaria Municipal de Educação e Esportes, passando à responsabilidade da Secretaria Municipal de Cultura, em 2014, e à Unidade de Gestão de Cultura (UGC), em 2017, ano em que também a sede da UGC foi transferida para o espaço.

O Complexo Fepasa é o único patrimônio material do Município com tombamento em nível nacional, registrado no Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

Atualmente, ocupam o Complexo Fepasa diversas Unidades de Gestão da Prefeitura, como Cultura (UGC), Mobilidade e Transporte (UGMT), Assistência e Desenvolvimento Social (UGADS); além do Museu da Cia. Paulista, do Centro de Memória de Jundiaí, da Guarda Municipal, da Fundação Municipal de Ação Social (Fumas), do Centro de Educação e Lazer para Melhor Idade (Celmi), do Poupatempo e da Faculdade de Tecnologia de Jundiaí (Fatec) Deputado Ary Fossen, além da Feira nos Trilhos.

O espaço conta ainda com as salas dos Relógios, B1 e Hermeto Pascoal, voltadas para ensaios, reuniões e para os encontros do Comitê das Crianças; da Sala Jundiaí, com 200 lugares, além de um espaço reservado a exposições.


Complexo Fepasa
Avenida União dos Ferroviários, 1760, Centro
Telefone: (11) 4585-9750
E-mail: agendacomplexofepasa@jundiai.sp.gov.br

Horário da funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 8h às 22h;
Aos sábados, domingos e feriados: das 9h às 16h, somente em dias de espetáculo.

Atenção:

Conforme estabelecido pelo decreto nº 28.926, de 24 de março de 2020, publicado entre as páginas 03 e 14 da Imprensa Oficial, permanecem suspensas, por tempo indeterminado, as atividades culturais no Complexo Fepasa, considerando a execução de medidas necessárias visando preservar a saúde da população, avaliadas pelo Comitê Municipal de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus.